O que são veias varicosas?


Se as válvulas venosas ficam fracas e não impedem completamente a volta do sangue, o sangue que retorna provoca aumento da pressão exercida sobre a parede interna das veias. Com o tempo, isso pode deixar as veias anormalmente dilatadas e tortuosas, situação chamada de veias varicosas.
O problema é mais comum em idosos. Também pode ocorrer na gravidez ou por causa da obesidade. Quando existe, costuma ser bem visível também em outros locais do corpo, tais como a parte inferior do estômago e o ânus. Nesse último caso, recebem o nome de hemorroidas.
As válvulas venosas fracas e as veias varicosas fazem com que o movimento muscular não seja eficiente para auxiliar o bombeamento do sangue de volta ao coração, o que pode conduzir a outros problemas, como, por exemplo, o inchaço de pés e tornozelos.


Bibliografia: CANTO, E. L.; Ciências Naturais, Aprendendo com o Cotidiano, Editora Moderna, 3º Edição, 304 pg, São Paulo, 2009

4 comentários:

yanfalencar disse...

Tenho uma dúvida: quando a pressão é aumentada nas veias ela não correm o risco de estourar? Então porque isso não ocorre, tem algo haver com o sistema linfático?

EME Production® disse...

Olá Yanfalencar, boa tarde - agradecemos aos comentários. Existe uma diferença entre veia e artérias, sua pergunta refere-se a qual? Confira o link: http://biofis.hd1.com.br/arquivos/veias.jpg . As veias são menos resistentes do que as artérias, mesmo assim, possuem camadas três camadas de tecidos. A pressão a que você se refere se dá nas artérias e elas são muito resistentes, foram criadas assim – artérias é o primeiro contato do sangue oxigenado após sair do coração em direção ao corpo (a carótida é um exemplo da força de uma artéria), dificilmente irá estourar. Nesse site você encontra mais informações, forte abraço: http://www.elcabron.net/feminices/conheca-os-tratamentos-para-acabar-com-as-varizes-e-evite-que-elas-voltem/

Anônimo disse...

tragedia , se poudese pagar um tratamento não pensaria duas vezes

Anônimo disse...

se eu poudese ajudar seria hoje mesmo

Postar um comentário